Dicas para ter um site profissional

Muitas pessoas desconhecem os benefícios da internet e de um site para o seu negócio.

As buscas por empresas de serviços, produtos e afins através da internet é constante, e para conseguir se destacar e conquistar o seu público, é necessário ajuda de especialistas na área. Alguns

Mas cuidado: Há muitos curiosos que podem até cobrar barato, mas no final, o retorno não é satisfatório.

As pessoas utilizam os buscadores através dos computadores e celulares. Este último, com um aumento expressivo nos últimos anos.

Para lhe ajudar a conquistar mais clientes com a ajuda da internet, pelo menor custo possível, separamos algumas dicas profissionais para o seu site.

Se você ainda não tem um site, essas dicas são super importantes para conseguir ter um site de alta performance pelo preço justo. Isso mesmo: Justo. Não estamos falando de preço baixo, e sim justo. Afinal, o serviço que você ou sua empresa presta é o mais barato ou é o justo para um serviço de qualidade?

  1. Tenha um site em WordPresscriacao-de-sites-em-wordpress

    WordPress é um sistema de gerenciamento de conteúdo para web (CMS), escrito em PHP com banco de dados MySQL, voltado principalmente para a criação de sites e blogs via web. Essa é uma das ferramentas mais famosas na criação de blogs e sites atualmente.Atualmente no mercado, existe várias ferramentas que permitem criação de conteúdos de forma facilitada, mas nenhuma é tão boa quanto o WordPress.
    O WordPress é um sistema OpenSource, ou seja, você não paga para usar ele. Mas isso não significa que você vai ter um site 100% gratuito. É necessário pagar por alguns itens, que irei listar abaixo, para possuir um site em WordPress:
    registro-br-logo-primary

    Domínio:

    O Domínio é o nome do seu site (ex.: www.newtecsolucoes.com.br). É através dele que seus clientes irão acessar o seu site e os mecanismos de busca irão te localizar. O custo do domínio é anual, ou seja, você paga apenas uma vez por ano ao custo de R$40,00/ano (Preço atualizado em 01/01/2017) e paga diretamente ao Registro.br (o Registro.br cuida do registro de nomes de domínios, da administração e da publicação do DNS (Sistema de Nome de Domínios) para o domínio “.br“, além dos serviços de distribuição e manutenção de endereços Internet.)

    ATENÇÃO: Cuidado com cartas recebidas sobre renovação de domínio vindas de br.registro ou algo similar. O registro.br não lhe envia cartas para renovação e o custo sempre será de R$40,00/ano.

    Hospedagem:

    A hospedagem é o local onde os arquivos do seu site estarão armazenados. É necessário a contratação de uma boa hospedagem para que não tenha problemas de disponibilidade ou lentidão no site. Além disso, na própria hospedagem você consegue ter e-mails personalizados (ex.: meunome@minhaempresa.com.br). O custo de hospedagem varia de empresa pra empresa e deve-se escolher com cautela. Sites com alto tráfego (como e-commerce ou páginas de notícias) devem estar em servidores dedicados (o que é mais caro) para conseguir atender a demanda de acessos simultâneos. Já sites institucionais, podem ser hospedados compartilhados. O custo médio de uma hospedagem compartilhada é de R$50,00/mês, ou pacotes de R$300,00 a R$500,00 por ano, já incluso hospedagem de e-mails. O custo médio de uma hospedagem dedicada é de R$250,00/mês. O ideal é saber o foco do site e procurar uma empresa de hospedagem de confiança.

    Construção do Site:

    Essa pode ser considerada a parte que 80% erra: Selecionar a empresa ou profissional que irá construir o site. Lembra que o site tem que ser em WordPress? Então procure uma empresa ou profissional que trabalhe com essa plataforma. Existe muitas empresas (principalmente agências de marketing) que utilizam de plataforma própria ou desenvolvem todo o código do seu site. O problema dessa forma de desenvolvimento é que você fica amarrado a essa empresa/profissional para fazer atualizações no seu site, o que, a médio e longo prazo, podem lhe dar dor de cabeça.

    O ideal para se construir um site é primeiro, criar um Mock-up (um modelo) do seu site. Isso pode ser feito no papel, paint, photoshop, ou até mesmo na sua cabeça. Pode-se contratar um Designer Gráfico para fazer esse Mock-up pra você. O custo de um Mock-up de um site institucional é em torno de R$1.000,00 a R$1.500,00 com empresas qualificadas e entre R$600,00 e R$1.000,00 com profissionais liberais (Freelancers). Valores abaixo disso, tome muito cuidado.

    Com o Mock-up em mãos, é hora de diagramar (por o site no ar). Nessa hora, entra o desenvolvedor. Além de habilidades com PHP, Banco de Dados, HTML, CSS, o mesmo deve ser apto a atuar de forma a otimizar sempre o seu site, tanto para desktop como para celulares.
    O custo médio de diagramação de um site institucional é de R$1.500,00 a R$2.500,00 com empresas qualificadas, e de R$800,00 a R$1.500,00 com profissionais liberais (Freelancers). ATENÇÃO: Muitas empresas e profissionais oferecem pacotes de R$800,00 a R$1.500,00 com tudo incluso, mas na verdade, escondem valores ou entregam um serviço mal feito.

    Agora com o site pronto, já estarei conquistando novos clientes? A resposta é: NÃO.

     

    A partir de agora é que começa o trabalho de Otimização de Sites para Mecanismos de Busca, onde apenas 10% dos profissionais sabem atuar, mas que resultam em 90% dos acessos e conversões ao seu site.

  2. Insira seu site em mecanismos de buscas

    Com seu site pronto e no ar, você precisa “informar” aos mecanismos de buscas que o seu site pode ser visitado e que possui conteúdo. Para isso, pode-se usar ferramentas que cadastram automaticamente em vários buscadores, ou usar os links abaixo, e cadastrar nos 2 maiores buscadores do mundo (Google e BING)

     Cadastrar meu site no Google

    googles-new-logo-5078286822539264.3-hp2x
    Cadastrar meu site no Bing

    O cadastro é bem simples, bastando informar a url do seu site (ex.: www.newtecsolucoes.com.br) e em alguns casos, digitar o código de verificação. Após isso é só enviar.
    O prazo médio é de 3 a 5 dias para o site começar a aparecer nos buscadores.
    Ambas os buscadores (Google e Bing), ainda oferecem ferramentas para WebMasters (Profissionais Web) para conseguir otimizar mais ainda a busca no google. Usando essas ferramentas, você envia cada link do seu site, melhorando a performance nas buscas. Este processo é um pouco mais técnico e recomendamos que consultem um profissional.

  3. Otimize seu site no Google / Bing

    Os mecanismos de buscas usam algorítimos para ler o seu site e saber se o conteúdo é relevante para os usuários e definir em qual posição na busca o seu site deve aparecer. Para isso, temos algumas métricas que irão fazer o seu site ficar melhor posicionado no google:Sites muito acessados são considerados com conteúdo relevante, portanto, serão melhor posicionados que sites menos acessados. Dica: Ponha o link do seu site na assinatura do seu e-mail, no seu cartão de visitas, nas postagens de redes sociais, etc.Sites devem ser rápidos e otimizados. Para isso, é necessário um trabalho avançado de otimização. Existem 6 fatores que influenciam no rank do Google e do Bing:
    First Byte Time – É o tempo que o site demora pra iniciar o carregamento. Cada vez mais rápido, melhor. Para isso, o site precisa ter imagens pequenas e otimizadas (veremos abaixo) e também estar em uma hospedagem de site rápida (preferencialmente dedicada).
    Keep Alive – É o tempo que o site fica online. No geral, 100% do sites estão online, mas de acordo com a hospedagem, os servidores podem ficar ociosos ou lentos,  o que faz seu resultado com o Keep Alive fique ruim. Aposte em hospedagens rápidas e otimizadas.
    Compress Transfer – É a compressão que o seu site faz ao mostrar os dados pro usuário. Cada vez mais comprimido, mais rápido a página carrega pro usuário, proporcionando um site mais rápido.otimização site
    Compress Images – É a compressão ou otimização feita nas imagens do seu site. No geral, imagens podem ser reduzidas em até 90% sem perder a qualidade. Uma imagem de 1Mb pode se transferir em 100Kb com ferramentas de otimização como o TinyPNG.
    Cache Static e Content –  Cache é uma função padrão dos navegadores que permite armazenar alguns conteúdos do site no computador, para acelerar a navegação. Sites estáticos, devem permitir armazenamento em cache de todos os dados, enquanto sites dinâmicos (com muitas atualizações) devem ter regras específicas de cache, para não prejudicar a visualização do conteúdo.
    CDN (Content Delivery Network) – É uma rede de distribuição de conteúdo. Consiste em enviar os dados do seu site para diversos servidores espalhados no mundo. Dessa forma, caso um servidor pare de funcionar ou esteja lento, não irá prejudicar o usuario, pois o CDN se encarregará de localizar um outro servidor e abrir o site.Quer testar a otimização do seu site? Clique aqui e acesse o WebPageTest.

  4. Conteúdo e palavras-chaves

    Um site com conteúdo e palavras-chaves são fundamentais para otimização do seu site. Opte por um blog dentro do site, ou caso não seja possível, reveja todo o conteúdo das páginas do seu site para otimizá-lo.
    O ideal é que as páginas possuam ao menos 70% de texto. Este texto tem que ser coerente com o que a página quer dizer. Se você tem uma página no seu site que está mostrando um tênis, da marca Nike, na cor amarela, tamanho 38, essas informações devem estar no site e também nas palavras chaves.
    A página inicial do seu site deve conter informações mais relevantes nas buscas. Veja alguns exemplos:Se você tem um escritório contábil: Suas palavras-chaves da página inicial podem ser: Contador, contador “nomedacidade”, contabilidade, escritório contábil, escritório de contabilidade, escritório contábil “nomedacidade”, etc. Na página inicial, pode-se descrever os serviços que você presta: Assessoria Contábil, Assessoria Fiscal, etc. Nas páginas secundárias você pode palavras chaves mais específicas. Ex.: Na página que fala sobre os serviços prestados, use palavras chaves relacionados aos serviços( Ex.: assessoria contábil, assessoria fiscal, etc). Também use as expressões no conteúdo da página.Se você tem um escritório jurídico: Suas palavras da página inicial podem ser: Advogado, advogado “nomedacidade”, advogacia, advogado criminalista, advogado trabalhista, assessoria jurídica, etc. Na página inicial, descreva os serviços que presta: Assessoria jurídica, Consultoria Jurídica, petições, etc.
    Nas páginas secundárias você pode usar palavras chaves mais específicas: Ex.: Na página que fala sobre os serviços prestados, use palavras como: confecção de contratos, assessoria jurídica, consultoria jurídica, etc). Também deve usar as mesmas expressões no conteúdo da página.

  5. Tenha um Chat Online

    A correria do dia-a-dia faz com que as pessoas tenham pressa em sanar suas dúvidas. Se você trabalha com venda ou prestação de serviços, ter um canal direto com o cliente sem precisar de telefones é uma ótima pedida. Atualmente, existem diversas ferramentas de Chat Online, algumas até que você consegue responder através do celular.

  6. Crie um blog no seu site

    Um blog é uma das melhores formas de otimizar o seu site, principalmente no Google.
    Não fale da sua empresa no Blog. Fale sobre conteúdos relacionados a sua área de atuação. As palavras chaves e conteúdos do blog ajudam (e muito!) no posicionamento do seu site.
    Lembra que a dica 1 é fazer um site em WordPress? O próprio WordPress tem um sistema de blog que é de fácil inserção no seu site. Dessa forma, publicar uma notícia é muito simples.
    Aproveite também para criar uma postagem nas redes sociais para cada notícia no seu blog. Não cole a notícia no facebook, apenas coloque uma imagem relacionada, o título e o link para o blog. Lembre-se: cada vez mais acessos, melhor posicionado seu site estará.Espero que tenham gostado das dicas. Caso desejem uma consultoria para o seu site. Entre em contato conosco.